sexta-feira, 7 de maio de 2010

O Tempo e o Vento - História Viva Do Rio Grande do Sul


Imagine uma saga onde a história do Rio Grande do Sul e do Brasil é contada desde meados do século XVIII, até 1946, através de uma sucessão de gerações, que vivem em meio a esses acontecimentos, tendo ou não envolvimento direto com as diversas fases históricas.
Iniciado em 1948 e concluído em 1962, O Tempo e o Vento constitui a mais incrível história descritiva do desenvolvimento do Rio Grande do Sul e do Brasil, através do cotidiano de uma série de personagens que se desenvolvem em uma cidade fictícia chamada Santa Fé.
Começando com a guerra nas missões espanholas, construídas para catequizar os índios, que foram destruídas pelos portugueses por volta de 1750, a história segue para o desenvolvimento da cidade de Santa Fé, onde Érico Veríssimo mostra os fatos mais importantes da história do Rio Grande e do Brasil através de uma série de gerações (com o desenvolvimento de uma grande quantidade de famílias, sendo que as mais importantes são os Terras, os Cambarás, os Amarais e os Carés) que vivem e se desenvolvem em contato íntimo com as guerras, revoluções e outros acontecimentos que marcaram a história Rio-Grandense.
Nos sete volumes da saga é apresentada uma série de mudanças de tempo, com um cenário que começa rude e hostil, e que vai tornando-se civilizado com o passar do tempo. Através da chegada dos imigrantes europeus, guerras, revoluções, a disputa do poder político em Santa Fé e no Brasil, o autor desenvolveu uma trama apaixonante, que traz a força dos ideais Rio-Grandenses desenvolvidos com o passar do tempo.

Os sete volumes da saga são:
  • O Tempo E O Vento – O Continente I
  • O Tempo E O Vento – O Continente II
  • O Tempo E O Vento – O Retrato I
  • O Tempo E O Vento – O Retrato II
  • O Tempo E O Vento – O Arquipélago I
  • O Tempo E O Vento – O Arquipélago II
  • O Tempo E O Vento – O Arquipélago III

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário